Minuto IBGE

Com diversificação e agilidade, Minuto IBGE celebra 100 edições

Editoria: IBGE | Carlos Alberto Guimarães | Arte: Jessica Cândido

13/07/2020 11h00 | Última Atualização: 13/07/2020 11h00

O Minuto IBGE comemora hoje sua centésima edição. O programa desta semana fala dos “Centenários do Brasil”, com estatísticas demográficas sobre pessoas com mais de 100 anos de idade e o depoimento de uma simpática e centenária professora aposentada, que comenta o segredo de sua longevidade.

Lançado em maio de 2018, o podcast aborda semanalmente um novo tema, relacionando dados produzidos pelo IBGE com o dia a dia da população brasileira. Com cerca de um minuto e meio de informações, o programa é disponibilizado gratuitamente para emissoras de todo país, sempre às segundas-feiras, através da Rede Nacional de Rádio.

A edição inaugural tratou dos “Pontos Extremos” do Brasil, desafiando os ouvintes a nomear os pontos mais ao norte e ao sul do país. De lá para cá, o Minuto IBGE discutiu temas como educação, emprego, cultura e desigualdades sociais. Entre os assuntos mais acessados até hoje, estão a “Linha da Pobreza” e os “Nomes do Brasil”.

Em maio de 2020, o programa entrou em nova fase, abrindo espaço para a participação de profissionais de disseminação das Unidades Estaduais do IBGE na pauta, apuração, redação e locução das edições, reforçando o caráter nacional do Instituto. Assim, a notícia sobre o deslocamento médio do brasileiro em busca de atendimento médico, tratada no programa “Saúde Distante”, foi elaborada em Sergipe. Já a questão do crescente “Uso de Mídias Sociais” ficou a cargo da equipe de Minas Gerais.

Diante da pandemia de coronavírus, as pautas produzidas e editadas no Rio de Janeiro, onde fica a sede do IBGE, naturalmente ampliaram a distribuição de informações sobre a doença à população, embasadas na recente pesquisa PNAD COVID19. Também houve colaborações da Bahia (“Quilombolas x Covid”), Rio Grande do Sul (“Covid no Inverno”) e Pernambuco (“Abastecimento de Água”).

Na avaliação do coordenador de Comunicação Social do Instituto, Alex Campos, “o Minuto IBGE entra naquela categoria que chamamos de produtos mais bem resolvidos da nossa área”. Ele explica: “Primeiro, porque é voltado para um meio, o rádio, que desperta paixões de modo a ainda estar imune a ações disruptivas. Segundo, porque é bem focado em termos de fonte, canal, conteúdo, contexto e destinação, tudo relacionado às pesquisas do Instituto e seus retratos da sociedade. Terceiro, porque recentemente ganhou um bônus de adequação e qualificação ao se abrir para a diversificação regional do país, literalmente dando ‘voz’ a essa diversificação”, diz Alex. “Tamanha combinação de interesses funcionais, operacionais e públicos representa o tipo de ganho de eficiência que todas as empresas de referência buscam no Brasil e no mundo”, conclui o coordenador.

O giro pelo país vai prosseguir nas próximas edições, uma vez que novas colaborações já foram acertadas. O programa também é veiculado na Agência IBGE Notícias e, em versão legendada, no YouTube. Todas as edições são compartilhadas nas redes sociais do Instituto.