Novo coronavírus

IBGE reúne em hotsite dados de pesquisas para combate à Covid-19

Editoria: Séries Especiais | Alerrandre Barros

15/04/2020 11h00 | Última Atualização: 30/06/2020 17h47

Novo hotsite para combater a Covid-19 consolida dados para a tomada de decisões dos órgãos de saúde - Foto: IBGE

O IBGE lançou um hotsite que reúne as ações que vem realizando para o enfrentamento à pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Na página foram disponibilizados resultados de pesquisas, informações sobre parcerias com outros órgãos públicos e as mudanças nas rotinas e projetos do Instituto durante o período de distanciamento social. O conteúdo pode ser acessado diretamente pelo endereço covid19.ibge.gov.br ou via Portal do IBGE.

O hotsite disponibiliza, por exemplo, resultados de pesquisas que já foram cedidos ao Ministério da Saúde e à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), como os dados preliminares sobre o deslocamento da população para cidades em busca de serviços de saúde e os registros de óbitos ocorridos no país em 2019.

“A página consolida dados fundamentais para a tomada de decisões dos órgãos de saúde no combate à doença. São informações que estão disponíveis em outras páginas do portal do IBGE, mas que agora foram reunidas em um único local para facilitar o acesso do cidadão interessado em saber como o Instituto vem atuando para controle do vírus”, disse o diretor adjunto de Pesquisas, Cimar Azeredo.

O usuário também poderá acompanhar o desenvolvimento da PNAD Covid, pesquisa com foco no monitoramento da doença causada pelo novo coronavírus. Parceria inédita do Instituto com o Ministério da Saúde, a pesquisa vai investigar novos casos de síndrome gripal no país, nas grandes regiões e também por unidades da federação.

O IBGE vai também padronizar os cadastros existentes no Ministério da Saúde a partir do Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatísticos (CNEFE). Outras tabulações de dados e mapas estão sendo produzidos pelo Instituto para orientar políticas públicas de mitigação do impacto da pandemia sobre a economia.

O novo hotsite fornece ainda informações sobre mudanças nos projetos e rotinas internas do IBGE: o adiamento do Censo para 2021, a suspensão da coleta presencial de preços para cálculo da inflação, medida pelo IPCA e o INPC, e a realização por telefone da coleta de dados domiciliares para a PNAD Contínua, que mede o desemprego.

“Criamos um hotsite responsivo, adaptável a todos os dispositivos, e que concentra na página inicial as informações para fácil e rápida visualização pelos usuários. Ele será atualizado constantemente com novos dados e notícias sobre as ações do IBGE em apoio ao combate ao vírus”, disse o gerente de Serviços Online do Instituto, Leandro Albertini.

Dados interativos

Ainda este mês o hotsite ganhará uma página interativa, com mapas e painéis desenvolvidos com dados geográficos e estatísticos gerados pelas diretorias de Geociências e Pesquisas do IBGE e também com informações de pesquisas cedidas por instituições parcerias, como a Fiocruz.

“O usuário vai encontrar índices de vulnerabilidade, onde estão localizadas populações que necessitam de assistência, como as que vivem em aglomerados subnormais, em comunidades indígenas e quilombolas. Disponibilizaremos também dados sobre a concentração de idosos nas cidades, a capacidade de atendimento hospitalar, o número de equipamentos, de leitos e UTIs”, contou Rafael March, coordenador de Geomática do IBGE, área responsável pelas tecnologias de geoprocessamento.

De acordo com ele, as informações poderão ser filtradas por municípios, o que ajudará órgãos de saúde locais no planejamento das ações de combate à Covid-19. O ambiente virtual está sendo desenvolvido por meio do software de informações geográficas ArcGIS, cuja licença foi cedida ao IBGE e a outras instituições de pesquisa mundo afora para divulgação de informações na luta contra o vírus.