IBGE em campo

Coleta de dados da Pesquisa Nacional de Saúde começa hoje

Editoria: Séries Especiais | Luiz Bello | Arte: Helga Szpiz

26/08/2019 10h00 | Atualizado em 03/09/2019 11h35

PNS vai visitar mais de 100 mil domicílios em dois mil municípios - Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias

O IBGE já está em campo com a Pesquisa Nacional de Saúde 2019. Nos próximos cinco meses, aproximadamente 1.500 agentes de pesquisa vão visitar mais de 100 mil domicílios espalhados por cerca de dois mil municípios do país, para fazer um retrato da saúde e do bem-estar da população brasileira.

“A PNS tem vários objetivos específicos e um grande objetivo geral, que é avaliar do estado de saúde da população brasileira, além de medir a incidência das doenças crônicas, que estão entre as causas de mortalidade mais frequentes do país”, destaca a gerente da pesquisa, Maria Lucia Vieira.

Nesta, que é a segunda edição da pesquisa, a PNS traz novos temas, além dos que foram investigados em 2013. Entre as novidades estão o módulo de questões sobre paternidade e exames pré-natal, direcionado aos homens e o de atividade sexual, para moradores maiores de 18 anos, com perguntas sobre o uso de preservativos e a idade em que a pessoa teve sua primeira relação. Além disso, seguindo recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em 2019, foram incluídas perguntas para detectar condições insalubres no ambiente de trabalho dos entrevistados.

No módulo sobre violência, que já estava na edição anterior, a PNS de 2019 vai perguntar, também, se a agressão foi física, sexual ou psicológica. A pesquisa coleta, ainda, os dados antropométricos de um dos moradores dos domicílios visitados, para detectar a incidência de obesidade e estabelecer os padrões de peso e altura da população.

Os primeiros resultados da pesquisa estão previstos para serem divulgados em 2021, com detalhamentos para unidades da federação, regiões metropolitanas e municípios das capitais. A PNS é resultado de um convênio do instituto com o Ministério da Saúde e tem o apoio a OIT.

Todas as informações obtidas pela PNS são confidenciais. A privacidade dos entrevistados é garantida pela lei do sigilo da informação estatística (Lei nº5534) e os dados pesquisados só podem ser utilizadas para fins estatísticos.

Os agentes de pesquisa do IBGE usam crachá e equipamento eletrônico de coleta de dados. Os moradores poderão confirmar a identidade do entrevistador em ligação telefônica gratuita para 0800-721-8181.


Palavras-chave: PNS, Saúde, Pesquisa, Coleta.