Pecuária

Aquisição de leite atinge 6,2 bilhões de litros e tem melhor 1º tri desde 1997

Editoria: Estatísticas Econômicas | Luiz Bello

13/06/2019 09h00 | Atualizado em 13/06/2019 09h00

#PraCegoVer imagem de uma vaca atrás do cercado
O aumento dos preços do leite incentivou a produção no primeiro trimestre - Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias

Nos primeiros três meses de 2019, a aquisição de leite no país chegou a 6,2 bilhões de litros, o maior volume adquirido em um primeiro trimestre desde 1997, de acordo com as Pesquisas Trimestrais da Pecuária, divulgadas hoje pelo IBGE. Esse resultado representa um crescimento de 3% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. 

A gerente de Pecuária do instituto, Angela Lordão, atribui essa alta à melhora dos preços do leite no mercado: “embora essa seja uma informação que não é investigada pelas nossas pesquisas trimestrais da pecuária, sabemos que o aumento dos preços vem incentivando à produção, ocasionando um aumento da aquisição”, diz ela.

Outro recorde em destaque foi o abate de suínos que cresceu 5,5% em relação ao mesmo trimestre de 2018, chegando a 11,3 milhões de cabeças, o melhor resultado para o período desde 2001.

Angela lembra que esse setor tem se mantido em níveis recordes, devido ao mercado internacional. “O final do embargo levantado pela Rússia às importações de carnes brasileiras ajudou não só a recuperação do abate de suínos como a de bovinos, também”. Aliás, o abate de bovinos cresceu 1,6% na comparação com o primeiro trimestre de 2018, chegando a 7,9 milhões de cabeças.

As pesquisas trimestrais também mostraram que a produção de ovos de galinha foi recorde da série histórica para um primeiro trimestre, chegando a 912,6 milhões de dúzias, com alta de 6% em relação ao mesmo período de 2018. Já a aquisição de Couro recuou 2,2% nessa mesma comparação, chegando a 8,5 milhões de peças.


Palavras-chave: Pecuária, Leite, Primeiro Trimestre.