Sinapi

Custos da construção civil aumentam 0,21% em fevereiro

Editoria: Estatísticas Econômicas | Eduardo Peret

12/03/2019 09h00 | Atualizado em 12/03/2019 09h23

#PraCegoVer operário sobre o caminhão com materiais de construção
 O valor da mão de obra na construção teve queda de 0,15% em relação a janeiro - Foto: Helena Pontes/Agência IBGE Notícias

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), divulgado hoje pelo IBGE, aumentou 0,21% em fevereiro, ficando 0,21 ponto percentual abaixo da taxa de janeiro (0,42%). O resultado foi puxado pelo custo dos materiais, que subiu 0,55%, bem acima do que havia sido registrado em janeiro (0,19%). Nos últimos 12 meses, a inflação do setor está acumulada em 4,47%.

Já o valor da mão de obra teve queda de 0,15% em relação a janeiro, mês em que o setor tinha sido a principal influência na alta do índice, por conta de três acordos coletivos de trabalho. “Este mês não foi identificado qualquer dissídio das categorias de trabalhadores, por isso não houve impacto da mão de obra nos custos gerais da construção”, explica o gerente da pesquisa, Augusto Oliveira.

Na análise por região, o Sudeste e o Centro-Oeste se destacaram, ambas com 0,28%. Já entre os estados, o Piauí teve a maior variação mensal, 0,98%, em grande parte devido ao custo da madeira.

O custo nacional da construção por metro quadrado ficou em R$ 1.120,99. Os custos regionais registrados foram: R$ 1.124,34 (Norte); R$ 1.040,67 (Nordeste); R$ 1.171,12 (Sudeste); R$ 1.162,51 (Sul) e R$ 1.128,33 (Centro-Oeste).