Índice Nacional da Construção Civil varia 0,14% em junho

10/07/2020 09h00 | Última Atualização: 10/07/2020 09h00

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), apresentou variação de 0,14% em junho, registrando a menor taxa de 2020 e o menor índice de junho da série com desoneração, iniciada em 2013. A taxa é 0,3 ponto percentual abaixo da registrada no mês anterior (0,17%) e 0,21 p.p abaixo do índice de junho de 2019 (0,35%). De janeiro a junho, o índice acumula 1,47%. Nos últimos 12 meses, a taxa soma 3,52%, abaixo dos 3,74% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores.

O custo nacional da construção, por metro quadrado, que em maio foi de R$ 1.174,02, passou para R$ 1.175,62 em junho, sendo R$ 616,59 relativos aos materiais e R$ 559,03 à mão de obra.

A parcela dos materiais apresentou variação de 0,17%, registrando queda de 0,02 ponto percentual em relação ao mês anterior (0,19%) e de 0,28 p.p. se comparado ao índice de junho de 2019 (0,45%).

Já o valor da mão de obra registrou taxa de 0,10%, também caindo em relação ao índice do mês anterior (0,14%). Com relação a junho de 2019 (0,24%), houve queda de 0,14 p.p.

De janeiro a junho, os acumulados são 1,81% (materiais) e 1,05% (mão de obra), sendo que em doze meses ficaram em 3,60% (materiais) e 3,37% (mão de obra).

Região Norte registra maior variação mensal

A Região Norte, com taxas positivas em 6 dos 7 estados que a compõem, ficou com a maior variação regional em junho, 0,31%.

As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,19% (Nordeste), 0,14% (Sudeste), -0,05% (Sul) e 0,06% (Centro-Oeste).

Os custos regionais, por metro quadrado, foram: R$ 1.185,14 (Norte); R$ 1.091,56 (Nordeste); R$ 1.224,52 (Sudeste); R$ 1.230,35 (Sul) e R$ 1.176,87 (Centro-Oeste).

Espírito Santo registra alta mais intensa

O Espírito Santo, com alta observada nas categorias profissionais, de 1,32%, foi o estado que apresentou a maior variação mensal.

Criado em 1969, o Sinapi tem como objetivo a produção de informações de custos e índices de forma sistematizada e com abrangência nacional, visando a elaboração e avaliação de orçamentos, como também acompanhamento de custos.

Sinapi - JUNHO/2020
COM desoneração da folha de pagamento de empresas do setor

ÁREAS GEOGRÁFICAS CUSTOS
MÉDIOS
NÚMEROS
ÍNDICES
VARIAÇÕES PERCENTUAIS
R$/m2 JUN/94=100 MENSAL NO ANO 12 MESES
      
BRASIL 1175,62 588,48 0,14 1,47 3,52
      
REGIÃO NORTE 1185,14 590,56 0,31 1,35 3,61
Rondonia 1242,64 692,90 0,05 1,72 5,43
Acre 1302,93 691,61 0,04 1,18 2,78
Amazonas 1152,52 564,34 0,40 0,65 4,23
Roraima 1233,47 512,27 0,14 0,75 2,97
Para 1165,15 558,55 0,37 0,88 2,69
Amapa 1192,65 579,31 0,69 5,35 6,73
Tocantins 1207,44 634,78 -0,08 2,65 3,70
      
REGIÃO NORDESTE 1091,56 589,58 0,19 2,23 3,10
Maranhão 1145,96 603,69 0,07 2,74 3,75
Piaui 1112,46 739,36 0,31 0,99 2,57
Ceara 1089,28 629,09 0,26 2,16 4,95
Rio Grande do Norte 1056,37 532,50 0,26 1,53 1,53
Paraiba 1122,64 620,91 0,29 1,91 2,58
Pernambuco 1053,22 563,08 0,24 1,69 1,15
Alagoas 1059,41 529,36 0,30 1,44 2,84
Sergipe 1004,54 533,81 0,36 1,69 2,09
Bahia 1099,34 581,92 0,10 2,97 3,60
      
REGIÃO SUDESTE 1224,52 586,35 0,14 1,30 3,51
Minas Gerais 1125,60 619,45 -0,02 1,25 3,91
Espirito Santo 1073,94 595,68 1,32 2,16 4,39
Rio de Janeiro 1323,43 603,12 0,25 2,68 5,34
São Paulo 1256,57 567,62 0,10 0,70 2,47
      
REGIÃO SUL 1230,35 588,40 -0,05 0,63 4,04
Parana 1195,63 571,73 -0,06 0,44 3,61
Santa Catarina 1336,54 723,95 -0,08 0,41 3,98
Rio Grande do Sul 1186,31 538,43 -0,01 1,18 4,79
      
REGIÃO CENTRO-OESTE 1176,87 600,79 0,06 0,95 3,87
Mato Grosso do Sul 1127,51 530,28 0,07 0,87 3,79
Mato Grosso 1171,82 668,53 -0,07 2,12 3,37
Goias 1167,31 616,60 0,02 0,57 5,24
Distrito Federal 1230,85 543,60 0,26 0,04 2,80

Sinapi - JUNHO/2020
SEM desoneração da folha de pagamento de empresas do setor

ÁREAS GEOGRÁFICAS CUSTOS
MÉDIOS
NÚMEROS
ÍNDICES
VARIAÇÕES PERCENTUAIS
R$/m2 JUN/94=100 MENSAL NO ANO 12 MESES
      
BRASIL 1261,56 631,11 0,13 1,43 3,49
      
REGIÃO NORTE 1265,09 630,47 0,29 1,29 3,60
Rondonia 1327,05 739,94 0,05 1,66 5,50
Acre 1390,04 737,75 0,04 1,03 2,52
Amazonas 1231,24 603,01 0,37 0,60 4,23
Roraima 1325,04 550,12 0,12 0,71 2,91
Para 1242,50 595,40 0,35 0,83 2,72
Amapa 1272,43 618,01 0,65 5,34 6,62
Tocantins 1289,03 677,95 -0,07 2,62 3,69
      
REGIÃO NORDESTE 1167,60 630,72 0,18 2,25 3,14
Maranhão 1224,37 645,25 0,07 2,84 3,79
Piaui 1187,67 789,10 0,29 0,93 2,65
Ceara 1161,26 670,31 0,25 2,10 5,00
Rio Grande do Norte 1127,96 568,39 0,24 1,57 1,47
Paraiba 1199,40 663,28 0,29 2,08 2,73
Pernambuco 1126,35 602,13 0,23 1,61 0,99
Alagoas 1132,31 565,87 0,28 1,39 2,97
Sergipe 1074,99 571,36 0,33 1,65 2,20
Bahia 1180,36 624,32 0,09 3,08 3,65
      
REGIÃO SUDESTE 1318,47 630,86 0,14 1,27 3,46
Minas Gerais 1206,84 663,86 -0,02 1,16 3,83
Espirito Santo 1154,15 640,27 1,43 2,22 4,47
Rio de Janeiro 1429,03 651,64 0,23 2,73 5,48
São Paulo 1354,60 611,88 0,09 0,66 2,37
      
REGIÃO SUL 1325,36 633,68 -0,02 0,58 4,08
Parana 1291,68 617,66 0,01 0,44 3,69
Santa Catarina 1443,05 781,68 -0,08 0,34 4,01
Rio Grande do Sul 1268,46 575,75 -0,01 1,10 4,84
      
REGIÃO CENTRO-OESTE 1257,12 641,76 0,06 0,91 3,89
Mato Grosso do Sul 1206,70 567,05 0,07 0,83 3,95
Mato Grosso 1251,13 713,72 -0,06 1,99 3,10
Goias 1246,94 658,15 0,03 0,59 5,35
Distrito Federal 1313,98 580,38 0,24 0,04 3,01