Diesel, óleos brutos de petróleo, minério de ferro e automóveis são os quatro produtos mais importantes da indústria brasileira

06/06/2019 10h00 | Última Atualização: 06/06/2019 10h07

A Pesquisa Industrial Anual (PIA) Produto 2017 do IBGE mostrou que o óleo diesel foi o produto com maior valor de vendas na indústria do país: R$ 63,7 bilhões, o equivalente a 2,8% no total. A seguir, vinham óleos brutos de petróleo (2,6%), minério de ferro (2,6%) e automóveis entre 1.500 e 3.000 cm3 (2,1%). Num universo com cerca de 3.400 produtos, esses quatro principais concentraram 10,1% do total das vendas do setor, que chegaram a R$ 2,3 trilhões em 2017. Já os cem produtos industriais mais importantes são responsáveis por 53% das vendas do setor. Na Região Norte, quase um terço das vendas vêm de apenas três produtos: minério de ferro, televisões e celulares. O material de apoio da PIA Produto está à direita.

A Pesquisa Industrial Anual (PIA) Produto investiga a produção e a venda de produtos e serviços pela indústria brasileira. Em 2017, foram pesquisados cerca de 3.400 produtos fabricados pelas 32,9 mil empresas com 30 ou mais pessoas ocupadas e suas 39,5 mil unidades locais industriais.

O valor de vendas nas unidades locais industriais desses produtos totalizou R$ 2,3 trilhões em 2017 e os setores com as maiores participações, entre os vinte e nove investigados, foram: produtos alimentícios (18,7%), produtos químicos (10,2%), veículos automotores, reboques e carrocerias (9,4%), coque, derivados do petróleo e biocombustíveis (9,0%), metalurgia (6,6%), máquinas e equipamentos (4,0%), produtos de borracha e de material plástico (3,8%), extração de minerais metálicos (3,7%), celulose, papel e produtos de papel (3,6%) e equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (3,3%). A soma destas dez principais atividades industriais concentrou 72,3% do total do valor de vendas de produtos e serviços industriais em 2017.

Os dez principais produtos concentram 1/5 do valor das vendas industriais

No ranking dos dez maiores produtos em relação às vendas de 2017, o óleo diesel manteve a liderança com R$ 63,7 bilhões e participação de 2,8% no total, com óleos brutos de petróleo (R$ 60,8 bilhões e 2,6% de participação), minérios de ferro (R$ 59,5 bilhões e 2,6%), automóveis de 1.500 a 3.000 cilindradas (R$ 48,5 bilhões e 2,1%) a seguir. Somados os dez principais produtos (tabela abaixo) representaram 19,1% do valor das vendas em 2017.

10 maiores produtos e/ou serviços industriais, segundo o valor de vendas - Brasil 2016/2017
Código Prodlist Descrição do Produto Ranking Nº de Informações Valor de Vendas
2016 2017 2016 2017 (1000 R$ nominais) Participação (%)
2016 2017 2016 2017
1921.2100 Óleo diesel 1 1 15 15 74.443.868 63.658.155 3,4 2,8
0600.2030 Óleos brutos de petróleo 4 2 49 52 42.752.129 60.772.776 2,0 2,6
0710.2015 Minérios de ferro e seus concentrados, em bruto ou beneficiados (classificados, concentrados, triturados, etc.), exceto pelotizados ou sinterizados 6 3 55 59 39.837.938 59.486.508 1,8 2,6
2910.2010 Automóveis, jipes ou camionetas, para passageiros, com motor a gasolina, álcool ou bicombustível, de cilindrada maior que 1.500 cm3 e menor ou igual a 3.000 cm3, inclusive CKD (completely knocked down) 7 4 17 19 39.196.611 48.492.442 1,8 2,1
1011.2030 Carnes de bovinos frescas ou refrigeradas 2 5 346 379 46.080.484 48.193.909 2,1 2,1
1921.2050 Gasolina automotiva ou para outros usos, exceto para aviação 5 6 15 15 42.140.230 39.724.481 1,9 1,7
1931.2030 Álcool etílico (etanol) não desnaturado, com teor alcoólico em volume maior ou igual a 80%, anidro ou hidratado para fins carburantes 3 7 308 265 43.994.586 36.706.504 2,0 1,6
1041.2120 Tortas, bagaços, farelos e outros resíduos da extração do óleo de soja 8 8 86 95 29.711.260 28.415.803 1,4 1,2
1012.2030 Carnes e miudezas de aves congeladas 9 9 185 189 28.139.149 28.369.779 1,3 1,2
1071.2040 Açúcar VHP (very high polarization) 10 10 162 166 27.375.130 27.239.645 1,3 1,2
  Demais Produtos e Serviços     88.500 89.995 1.750.558.962 1.863.852.149 80,9 80,9
Total       89.738 91.249 2.164.230.347 2.304.912.151 100,0 100,0
Fonte: IBGE, Pesquisa Industrial Anual - Produto 2016/2017. (1) Número de unidades locais que informaram o produto.

Os 100 principais produtos concentraram metade do valor de vendas

Em 2017, entre os cerca de 3.400 produtos industriais investigados pela PIA, os 100 com os maiores valores de vendas concentraram 53,0% (ou R$ 1,2 trilhão) do total da receita das unidades locais das empresas industriais com 30 ou mais pessoas ocupadas.

Entre esses produtos, os que mais ganharam posições no ranking, em relação a 2016 foram: medicamentos à base de compostos heterocíclicos, que passou da 154a para a 100a colocação, peças e acessórios para máquinas para processamento de dados (da 132a para 82a), ferro-gusa (da 127a para 91a), leite em pó (da 95a para 63a) e bobinas a frio de aços ao carbono (da 119a para 94a), como mostra a tabela abaixo.

Maiores ganhos de posição no ranking dos 100 maiores produtos e/ou serviços industriais, segundo o valor de vendas
Brasil 2016/2017
Código Prodlist Descrição do Produto Ranking Número de Informações Número de posições ganhas 2016/2017 Valor de Vendas
2016 2017 2016 2017 (1000 R$ nominais)
2016 2017
2121.2340 Medicamentos à base de compostos heterocíclicos exclusivamente de heteroátomos de nitrogênio - exceto dipirona, captopril e loratadina 154 100 41 44 54 2.407.359 3.922.633
2622.2065 Peças e acessórios para máquinas para processamento de dados e suas unidades periféricas 132 82 68 69 50 2.804.131 4.843.645
2411.2010 Ferro-gusa 127 91 40 48 36 2.926.402 4.424.058
1052.2160 Leite em pó, blocos ou grânulos 95 63 58 76 32 3.596.683 5.962.788
2422.2010 Bobinas a frio de aços ao carbono, não revestidos 119 94 6 14 25 3.017.180 4.296.643
2910.2140 Veículos para o transporte de mercadorias (camionetas, furgões, pick-ups simples ou cabine dupla, etc.), com motor diesel, de capacidade máxima de carga (cmc) não superior a 5 t, inclusive CKD (completely knocked do 103 80 8 7 23 3.322.085 4.962.270
2945.2080 Jogos de fios para velas de ignição e outros chicotes elétricos para veículos automotores 121 99 51 52 22 3.008.025 4.040.351
1042.2080 Óleo de soja refinado 73 52 52 45 21 5.213.098 7.655.993
2121.2305 Medicamentos contendo produtos misturados ou não misturados, n.e. 72 51 93 111 21 5.261.674 7.845.745
0710.2030 Minérios de ferro pelotizados ou sinterizados 44 24 10 14 20 7.718.833 11.883.696
  Total dos 100 maiores produtos           1.135.289.268 1.221.489.197
Fonte: IBGE, Pesquisa Industrial Anual - Produto 2016/2017. (1) Número de unidades locais que informaram o produto.

Em sentido contrário, os cinco produtos que mais perderam posições em relação a 2016 foram: fungicidas para uso na agricultura (da 31a para 72a colocação), veículos para o transporte de mercadorias com motor a gasolina e/ou álcool, de capacidade máxima de carga não superior a 5 t (da 24a para 58a), cimentos portland compostos (da 36a para 65a), caixas ou outras cartonagens dobráveis de papel-cartão ou cartolina, impressas (da 52a para 78a) e massa de concreto preparada para construção (da 65a para 84a).

Maiores perdas de posição no ranking dos 100 maiores produtos e/ou serviços industriais, segundo o valor de vendas - Brasil 2016/2017
Código Prodlist Descrição do Produto Ranking Número de Informações Número de posições perdidas 2016/2017 Valor de Vendas
2016 2017 2016 2017 (1000 R$ nominais)
2016 2017
2051.2110 Fungicidas para uso na agricultura 31 72 32 30 41 8.951.172 5.403.720
2910.2130 Veículos para o transporte de mercadorias (camionetas, furgões, pick-ups simples ou cabine dupla, etc.), com motor a gasolina e/ou álcool, de capacidade máxima de carga (cmc) não superior a 5 t, inclusive CKD (compl 24 58 6 7 34 11.481.308 6.758.814
2320.2040 Cimentos Portland compostos (CP - II) 36 65 65 75 29 8.225.663 5.833.737
1732.2010 Caixas ou outras cartonagens dobráveis de papel-cartão ou cartolina, impressas 52 78 74 81 26 6.813.268 5.149.158
2330.2100 Massa de concreto preparada para construção; concreto usinado 65 84 663 615 19 5.773.149 4.752.687
2441.2110 Ligas de alumínio em formas brutas (lingotes, plaquetas, granalhas, etc.) 79 98 29 37 19 4.731.054 4.168.103
2013.2060 Adubos ou fertilizantes minerais ou químicos, fosfatados 40 56 49 46 16 8.035.200 6.991.686
2442.2075 Ouro (incluído o ouro platinado), em formas brutas, semimanufaturadas ou em pó, para usos não monetários 49 64 27 32 15 7.393.963 5.916.227
1210.2010 Folhas de fumo total ou parcialmente destaladas (destalamento e outros beneficiamentos elaborados em unidades industriais) 58 71 22 22 13 6.278.065 5.504.949
1531.2010 Calçados femininos com a parte superior de couro natural (sapatos, sapatênis, botas, sandálias, chinelos, etc.) - exceto esportivos, de segurança e tênis para uso casual 77 87 279 272 10 4.776.287 4.529.484
  Total dos 100 maiores produtos           1.135.289.268 1.221.489.197
Fonte: IBGE, Pesquisa Industrial Anual - Produto 2016/2017.                                      (1) Número de unidades locais que informaram o produto.

No confronto com 2016, os setores fabris que mais ganharam participação no total das vendas foram veículos automotores, reboques e carrocerias (1,1 ponto percentual), extração de minerais metálicos (1,0 p.p.), extração de petróleo e gás natural (0,7 p.p.) e metalurgia (0,5 p.p.). Em sentido oposto, coque, derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,0 ponto percentual), produtos químicos (-0,8 p.p.), outros equipamentos de transporte (-0,5 p.p.) e produtos de minerais não-metálicos (-0,3 p.p.) foram as atividades que mais perderam participação.

Minério de ferro, TVs e celulares concentram 30% das vendas da Região Norte

Nas Regiões Norte e Centro-Oeste e, de forma menos intensa, nas demais regiões, a indústria permanece concentrada nos principais produtos industriais. Na Região Norte, minérios de ferro (16,2%), televisores (7,0%) e telefones celulares (6,7%) tinham as maiores participações e representaram 30,0% do total das vendas da região.

Participação (%) dos três principais produtos no valor de vendas nas Grandes Regiões em 2017
Grandes Regiões Valor de Vendas (%)
1º Produto Industrial 2º Produto Industrial 3º Produto Industrial % dos 3 principais produtos no total da Região
Descrição do produto  % do total da Região Descrição do produto  % do total da Região Descrição do produto  % do total da Região
Norte Minérios de ferro  16,2 Televisores  7,0 Telefones celulares 6,7 30,0
Nordeste Automóveis de 1.500 a 3.000 cilindradas 4,7 Óleo diesel 4,6 Celulose 2,8 12,1
Sudeste Óleos brutos de petróleo 4,7 Óleo diesel 2,7 Minérios de ferro  2,6 10,0
Sul Carnes e miudezas de aves congeladas 3,5 Óleo diesel 3,0 Automóveis de cilindrada menor ou igual a 1.000 cm3 2,1 8,6
Centro-Oeste Carnes de bovinos frescas ou refrigeradas 12,9 Tortas, bagaços, farelos e outros resíduos da extração do óleo de soja 8,8 Álcool etílico (etanol) não desnaturado para fins carburantes 7,3 29,0
Fonte: IBGE, Pesquisa Industrial Anual - Produto 2017.

No Centro-Oeste, os destaques foram carnes de bovinos frescas ou refrigeradas (12,9%), tortas, bagaços, farelos e outros resíduos da extração do óleo de soja (8,8%) e álcool etílico (etanol) não desnaturado para fins carburantes (7,3%), que foram responsáveis por 29,0% das vendas. No Nordeste, os destaques foram automóveis de 1.500 a 3.000 cilindradas (4,7%), óleo diesel (4,6%) e celulose (2,8%), que corresponderam a 12,1% do total da receita.

Já no Sudeste, região mais industrializada do país, com mais da metade do total das vendas, e onde estão localizadas as maiores bacias petrolíferas do país, os três principais produtos, óleos brutos de petróleo (4,7%), óleo diesel (2,7%) e minério de ferro (2,6%), totalizaram 10,0% do total da receita de vendas.

Finalmente, os três produtos líderes da Região Sul foram carnes e miudezas de aves congeladas (3,5%), óleo diesel (3,0%) e automóveis de cilindrada menor ou igual a 1.000 cm3 (2,1%), que atingiram 8,6% do valor das vendas.