09/02/2018 | Última Atualização: 10/04/2018 08:51:16

Vendas no varejo recuam 1,5% em dezembro e acumulam alta de 2,0% em 2017

Em dezembro de 2017, o volume de vendas do comércio varejista nacional recuou 1,5% frente a novembro, na série com ajuste sazonal, após avançar 1,0% em novembro. Com isso, a média móvel trimestral ficou negativa (-0,4%). Na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista cresceu 3,3% em relação a dezembro de 2016. Foi a nona taxa positiva seguida, embora menos acentuada que a de novembro (6,0%). O volume de vendas do varejo cresceu tanto no quarto trimestre de 2017 (3,9%) como no fechamento do ano (2,0%). O acumulado nos últimos doze meses cresceu 2,0%,
o maior resultado desde dezembro de 2014 (2,2%).

No comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, o volume de vendas recuou 0,8% em relação a novembro de 2017, mas o avanço registrado no mês anterior (2,1%) contribuiu para que a média móvel trimestral ficasse estável (0,0%) no trimestre encerrado em dezembro. Frente a dezembro de 2016, houve avanço de 6,4%, oitava taxa positiva consecutiva, acumulando ganho de 4,0% no ano. O acumulado nos últimos doze meses (4,0%) foi o mais elevado desde fevereiro de 2014 (6,4%). A publicação completa, a série histórica e a apresentação da PMC estão à direita desta página.

  Período

Varejo

Varejo Ampliado

 

Volume de vendas

Receita nominal

Volume de vendas

Receita nominal

Dezembro / Novembro*

-1,5

-2,2

-0,8

-0,7

Média móvel trimestral*

-0,4

-0,5

0,0

0,1

Dezembro 2017 / Dezembro 2016

3,3

2,6

6,4

4,8

Acumulado Jan-Dez 2017

2,0

2,2

4,0

3,6

Acumulado 12 meses

2,0

2,2

4,0

3,6

*Série ajustada sazonalmente

    

 Seis das oito atividades pesquisadas apresentaram variação negativa

As quedas mais acentuadas foram nos setores de Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-6,3%); Livros, jornais e papelaria (-4,0%); Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-3,0%); e Móveis e eletrodomésticos (-2,7%). Ainda com vendas em queda, mas em ritmo menor, estão Combustíveis e lubrificantes (-1,0%) e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-1,9%).

Houve avanços nas vendas frente a novembro de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (1,2%) e Tecidos, vestuário e calçados (0,5%). No varejo ampliado, o volume das vendas em dezembro recuou 0,8% em relação a novembro de 2017 na série com ajuste sazonal, com as vendas de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção também registrando queda de -0,1% e -1,7%, respectivamente.

Em relação a dezembro de 2016, o comércio varejista avançou 3,3%, com quatro das oito atividades em alta. O principal impacto veio de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (4,5%), seguido por Tecidos, vestuário e calçados (7,0%), Móveis e eletrodomésticos (8,2%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (7,1%). As influências negativas foram Combustíveis e lubrificantes (-7,2%), Equip. e material para escritório, informática e comunicação (-18,2%), Livros, jornais, revistas e papelaria (-9,7%) e Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,6%).

 

BRASIL - VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA E COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO, SEGUNDO GRUPOS DE ATIVIDADES: PMC - Dezembro 2017 
 ATIVIDADES   MÊS/MÊS ANTERIOR (1) MÊS/IGUAL MÊS DO ANO ANTERIOR ACUMULADO 
Taxa de Variação (%) Taxa de Variação (%) Taxa de Variação (%) 
OUT NOV DEZ OUT NOV DEZ NO ANO 12 MESES 
 COMÉRCIO VAREJISTA (2) -0,8 1,0 -1,5 2,6 6,0 3,3 2,0 2,0 
 1 - Combustíveis e lubrificantes 1,7 -1,8 -1,0 -0,9 -2,5 -7,2 -3,3 -3,3 
 2 - Hiper, supermercados, prods.  alimentícios, bebidas e fumo -0,3 1,0 -3,0 1,5 5,6 4,5 1,4 1,4 
        2.1 - Super e hipermercados 0,1 1,3 -1,1 2,2 6,7 5,8 1,8 1,8 
 3 - Tecidos, vest. e calçados -2,6 -0,1 0,5 4,8 8,9 7,0 7,6 7,6 
 4 - Móveis e eletrodomésticos -3,8 4,8 -2,7 10,0 15,6 8,2 9,5 9,5 
        4.1 - Móveis - - - 8,1 11,2 5,3 -2,2 -2,2 
        4.2 - Eletrodomésticos - - - 10,0 16,5 8,6 10,2 10,2 
 5 - Artigos farmaceuticos, med., ortop. e de perfumaria -0,7 1,2 1,2 6,2 8,0 7,1 2,5 2,5 
 6 - Livros, jornais, rev. e papelaria 2,2 1,0 -4,0 -2,8 -2,2 -9,7 -4,2 -4,2 
 7 - Equip. e mat. para escritório, informatica e comunicação 1,9 -5,8 -1,9 5,2 -6,9 -18,2 -3,1 -3,1 
 8 - Outros arts. de uso pessoal e doméstico -2,8 5,0 -6,3 3,2 7,9 -0,6 2,1 2,1 
 COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO (3) -1,4 2,1 -0,8 7,6 8,7 6,4 4,0 4,0 
 9 - Veículos e motos, partes e peças -1,7 1,2 -0,1 13,8 8,8 6,4 2,7 2,7 
 10- Material de construção -1,0 2,1 -1,7 18,6 14,6 9,1 9,2 9,2 
 Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Serviços e Comércio. 
 (1) Séries com ajuste sazonal. (2) O indicador do comércio varejista é composto pelos resultados das atividades numeradas de 1 a 8. (3) O indicador do comércio varejista ampliado é composto pelos resultados das atividades numeradas de 1 a 10            

O comércio varejista ampliado, com avanço de 6,4% frente a dezembro de 2016, registrou a oitava taxa positiva, impulsionada pelas vendas de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (4,5%), setor de maior peso também no varejo ampliado, seguido por Veículos, motos, partes e peças (6,4%) e Material de construção (9,1%).

 BRASIL - INDICADORES DA RECEITA NOMINAL DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA E COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO, SEGUNDO GRUPOS DE ATIVIDADES: PMC - Dezembro 2017 
 ATIVIDADES   MÊS/MÊS ANTERIOR (1) MÊS/IGUAL MÊS DO ANO ANTERIOR ACUMULADO 
Taxa de Variação (%) Taxa de Variação (%) Taxa de Variação (%) 
OUT NOV DEZ OUT NOV DEZ NO ANO 12 MESES 
 COMÉRCIO VAREJISTA (2) -0,4 1,2 -2,2 1,0 4,8 2,6 2,2 2,2
 1 - Combustíveis e lubrificantes 0,2 0,6 0,5 4,3 5,6 1,7 -1,6 -1,6
 2 - Hiper, supermercados, prods.  alimentícios, bebidas e fumo 0,2 1,5 -3,4 -2,0 1,8 1,0 1,1 1,1
        2.1 - Super e hipermercados 0,5 1,8 -3,4 -1,2 3,0 2,2 1,7 1,7
 3 - Tecidos, vest. e calçados -2,1 -0,4 1,0 7,7 11,7 10,5 10,3 10,3
 4 - Móveis e eletrodomésticos 2,4 11,2 3,9 6,9 11,7 5,4 7,7 7,7
        4.1 - Móveis - - - 9,2 11,6 5,1 2,1 2,1
        4.2 - Eletrodomésticos - - - 4,5 10,2 4,2 8,4 8,4
 5 - Artigos farmaceuticos, med., ortop. e de perfumaria 0,1 1,5 1,2 11,0 12,3 11,2 9,4 9,4
 6 - Livros, jornais, rev. e papelaria 3,3 1,2 -3,6 1,9 2,2 -5,1 2,5 2,5
 7 - Equip. e mat. para escritório, informatica e comunicação 1,8 -3,9 -1,6 -4,1 -15,0 -22,4 -10,1 -10,1
 8 - Outros arts. de uso pessoal e doméstico -2,9 6,0 -7,5 5,3 9,7 1,2 5,4 5,4
 COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO (3) -1,4 2,3 -0,7 5,5 7,2 4,8 3,6 3,6
 9 - Veículos e motos, partes e peças -0,6 1,1 0,0 14,1 8,9 7,3 2,9 2,9
 10- Material de construção -0,4 1,1 1,6 19,5 16,7 11,4 10,1 10,1
 Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Serviços e Comércio.        
 (1) Séries com ajuste sazonal.