Novo Atlas Geográfico Escolar do IBGE coloca Brasil no centro do mundo

O IBGE lança no dia 21 de maio a quarta edição do seu Atlas Geográfico Escolar. O livro traz como principal novidade o modo de apresentar os mapas temáticos do mundo, colocando o Brasil

Editoria: Geociências

21/05/2007 09h31 | Última Atualização: 30/05/2019 14h51

 

O IBGE lança no dia 21 de maio a quarta edição do seu Atlas Geográfico Escolar. O livro traz como principal inovação o modo de apresentar os mapas temáticos do mundo, colocando o Brasil no centro do planisfério. Novos temas foram incluídos, como “Nosso Lugar no Universo”, que consiste em um breve relato sobre o Universo, o Sistema Solar, e a Terra, além de um histórico das viagens do homem ao espaço.

A publicação é rica em fotos e ilustrações, que acompanham diversos mapas temáticos do Brasil e do mundo, facilitando o entendimento dos temas abordados. Imagens de satélite mostram as principais regiões do planeta, ilustrações de formações geológicas, relevo e tipos de vegetação, buscam mostrar a diferença entre as características de cada estrutura. O mapa de vegetação do mundo, por exemplo, foi enriquecido com uma descrição resumida de cada classe.

Nesta edição, os mapas temáticos do Brasil e do mundo tiveram dados e temas atualizados. Podem ser consultados assuntos como PIB, acesso à Internet e uso de celulares. Além disso, há informações de ordem ambiental, como níveis de emissão de dióxido de carbono e uso dos recursos naturais. O Atlas traz também informações sintetizadas de diversas pesquisas e estudos do IBGE, facilitando a consulta dos estudantes e do público em geral. Há informações sobre o uso de agrotóxicos e fertilizantes, incluindo um mapa de assentamentos rurais, de distribuição de coleta de lixo e limpeza urbana, entre outros.

A evolução da divisão política do Brasil foi ilustrada com mapas das Capitanias Hereditárias da época do Império e da República até os dias atuais, com o histórico das mudanças ocorridas no decorrer deste período.

Já os mapas físico-políticos dos Estados, que antes eram agrupados por Grandes Regiões, agora são mostrados para cada unidade da federação, aumentado o nível de informação apresentado. Para a seção de bandeiras do mundo, foi acrescentado o PIB, além das informações que já constavam da primeira edição sobre capital, língua, área e população.

Considerada referência na rede de ensino público, a primeira edição do Atlas Geográfico Escolar do IBGE, lançada em 2002, foi distribuída pelo MEC, através de convênio, para um milhão de escolas em todo o país. Desde o lançamento do Atlas até hoje, já foram impressos cerca de 35 mil exemplares. Para esta nova edição, estão previstos 20 mil livros.  

O Atlas Geográfico Escolar estará disponível por R$ 40 em todas as livrarias do IBGE e outras do país a partir do dia 21 de maio, e na loja virtual, em www.ibge.gov.br/lojavirtual/livrarias.php .