Processo Seletivo Simplificado

Provas para Supervisor de Pesquisas serão aplicadas neste domingo no Rio de Janeiro

Editoria: IBGE | Umberlândia Cabral

06/05/2021 10h00 | Última Atualização: 06/05/2021 10h00

  • Resumo

  • Candidatos à função de Supervisor de Pesquisas farão a prova neste domingo (9), das 13 às 17h.
  • A consulta aos locais de prova e ao número de concorrentes já pode ser feita no site da banca realizadora do certame.
  • Inscritos deverão seguir protocolos de segurança contra a Covid-19, como uso de máscaras e aferição de temperatura.
  • Candidatos à função de Agente de Pesquisa por Telefone farão a prova no próximo dia 16, das 13h às 17h. Os locais de prova e o número de concorrentes estarão disponíveis a partir do dia 11.
  • Provas para APM e Supervisor de Coleta e Qualidade foram realizadas no último domingo (2).

A prova do Processo Seletivo Simplificado para a contratação de 25 Supervisores de Pesquisas será aplicada no próximo domingo (9). As vagas são apenas para o município do Rio de Janeiro, onde os aprovados trabalharão nas pesquisas de rotina do IBGE. Os candidatos devem consultar os locais de prova no site do IBFC, banca realizadora do certame.

As vagas são divididas em quatro áreas do conhecimento: 14 na área Geral, oito em Gestão, duas em Suporte Gerencial e uma em Tecnologia de Informação e Comunicação. Na última segunda-feira (3), o IBFC divulgou o número de inscritos: foram 1.431 para a área Geral, 925 para Gestão, 141 para Suporte Gerencial e 170 para Tecnologia de Informação e Comunicação.

Para a função de Supervisor de Pesquisas, que exige ensino superior completo, as inscrições terminaram em março. A remuneração é de R$ 5.100,00, com jornada de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. A prova objetiva terá 60 questões distribuídas pelas seguintes disciplinas: Língua Portuguesa (15), Noções de Administração e Situações Gerenciais (15), Ética no Serviço Público (5) e Conhecimentos Específicos (25). A divulgação do gabarito está prevista para a próxima segunda-feira (10).

O candidato é orientado a chegar ao local da prova 60 minutos antes do fechamento dos portões, que ocorrerá às 12h45. A aplicação da prova objetiva começará às 13h e terá duração de quatro horas. Para participar, o candidato deve levar caneta esferográfica de tinta azul ou preta em material transparente, o cartão de convocação para prova e documento de identidade original.

Haverá protocolos sanitários de combate à Covid-19, tais como o uso obrigatório de máscara, que pode ser de tecido ou cirúrgica, verificação de temperatura corporal e distanciamento social. Também é recomendado que o candidato leve seus próprios frascos de álcool em gel e garrafa de água. Recusar-se a cumprir os protocolos acarreta a eliminação do candidato.

#PraTodosVerem Foto de mão segurando um Dispositivo Móvel de Coleta
Há vagas de nível médio e superior para trabalhar nas pesquisas do Instituto - Foto: Simone Mello/Agência IBGE Notícias

Provas para Agentes de Pesquisas por Telefone serão no dia 16 de maio

Outro processo seletivo para contratação de trabalhadores temporários para pesquisas do IBGE, no Rio de Janeiro, também está em andamento. São 300 vagas para Agente de Pesquisas por Telefone (APT), função que exige ensino médio completo e experiência de pelo menos um ano em teleatendimento/telemarketing ativo ou receptivo nos últimos cinco anos.

A prova para essas vagas, que estava marcada também para este domingo, foi adiada para o próximo dia 16. A aplicação será realizada das 13h às 17h e o candidato pode consultar seu local de prova no site da banca realizadora, o Cebraspe, a partir do dia 11, quando também estará disponível para consulta o número de concorrentes.

No edital, a banca orienta os candidatos a chegarem ao local de realização da prova com caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, documento de identidade original e comprovante de inscrição. Entre as medidas sanitárias adotadas para realização do processo seletivo estão o uso obrigatório de máscara, a aferição de temperatura e a observação do distanciamento adequado, conforme a demarcação do piso com fita adesiva.

As inscrições para a função de APT também foram encerradas em março. As provas incluem 60 questões distribuídas entre as disciplinas de Língua Portuguesa (25), Matemática e Raciocínio Lógico (10), Ética no Serviço Público (5) e Conhecimentos Gerais (20).

A remuneração para a função é de R$ 1.345,00 e jornada de trabalho é de 30 horas semanais, sendo seis horas diárias. Já no ato da inscrição, os candidatos puderam optar pelo turno de trabalho de preferência: o primeiro vai das 7h às 13h e o segundo, das 13h às 19h. São 150 vagas para cada turno.

Provas para APM e Supervisor de Coleta e Qualidade foram realizadas no domingo

No último domingo (2), foram aplicadas as provas para selecionar 5.623 Agentes de Pesquisas e Mapeamento (APM) e 552 Supervisores de Coleta e Qualidade. Os aprovados também vão trabalhar temporariamente nas pesquisas de rotina do IBGE. Na segunda-feira (3), o Cebraspe, banca organizadora do certame, disponibilizou a consulta individual aos gabaritos oficiais preliminares e aos cadernos de provas. A demanda de candidatos por vaga pode ser consultada aqui para a função de APM e, aqui, para Supervisor de Coleta e Qualidade. O resultado final está previsto para o dia 31 de maio.

A seleção foi feita em todos os estados do país. Os candidatos à função de Supervisor de Coleta e Qualidade fizeram a prova pela manhã, com 60 questões de Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio Lógico, Ética no Serviço Público, Noções de Informática, Noções de Administração e Situações Gerenciais e de Geografia. Já os inscritos para a função de APM responderam a 60 questões de Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio Lógico, Ética no Serviço Público e Geografia. A prova para essa função foi aplicada à tarde.

O Supervisor de Coleta e Qualidade aprovado no certame receberá como remuneração R$ 3.100,00. Para exercer essa função, também é exigido o ensino médio completo. A carga horária é de 40 horas semanais, sendo oito por dia. Durante a jornada de trabalho, esse profissional organiza, planeja e executa atividades para as pesquisas de rotina do Instituto.

Os aprovados para a função de APM receberão a remuneração de R$ 1.387,50 e a jornada de trabalho será de 40 horas semanais (oito horas diárias). Entre as atribuições do profissional, de quem é exigido o ensino médio completo, estão o agendamento, a realização e o registro das entrevistas presenciais e por telefone.

Processos seletivos não estão relacionados com o Censo

Esses processos seletivos para as pesquisas de rotina do IBGE não estão relacionados com o Censo Demográfico, que teve sua operação inviabilizada em 2021 por falta de orçamento. Com relação ao processo seletivo dos censitários – Recenseador, Agente Censitário Municipal (ACM), Agente Censitário Supervisor (ACS) – o IBGE se pronunciará assim que for possível.