Produção pecuária

Abate de suínos e frangos cresce no quarto trimestre de 2020

Editoria: Estatísticas Econômicas | Caio Belandi

11/02/2021 09h00 | Atualizado em 28/04/2021 09h20

#PraCegoVer A foto mostra criação de porcos para abate
Abate de suínos aumentou 1,6% em relação ao quarto tri de 2019 - Foto: AEN-SEAB-Paraná

O quarto trimestre de 2020 registrou aumento no abate de suínos e frangos, em comparação com o mesmo período de 2019. Foram 12,10 milhões de cabeças de suínos abatidas, um aumento de 1,6% em relação ao ano anterior, mas com queda de 4,7% em comparação ao terceiro trimestre de 2020. Já com relação aos frangos, foram abatidas 1,55 bilhão de cabeças, resultado que representa 5,5% a mais do que o quarto tri de 2019, além de 2,5% maior que o trimestre anterior.

Por outro lado, o abate de bovinos caiu em relação ao trimestre anterior e na comparação anual: 7,25 milhões de cabeças de bovinos, queda de 10,3% contra o quarto tri de 2019 e de 5,8% contra o terceiro tri de 2020.

Os dados são da Estatística da Produção Pecuária: Primeiros resultados, divulgada hoje (11) pelo IBGE. Os resultados completos, contemplando os dados para o fechamento de 2020 e as unidades da federação, serão divulgados em 18 de março de 2021.

A produção de carcaças bovinas foi de 1,96 milhão de toneladas, registrando queda de 6,5% em relação ao quarto tri de 2019 e de 4,6% na comparação com o terceiro tri de 2020. Já o peso acumulado das carcaças de suínos foi de 1,08 milhão de toneladas, aumento de 1,7% contra o quarto trimestre de 2019 e queda de 7,8% na comparação com o trimestre anterior. Pelo lado das carcaças de frango, o preso acumulado foi de 3,57 milhões de toneladas, aumento de 5,2% em relação ao quarto trimestre de 2019 e de 2,5% frente ao terceiro tri de 2020.

Aquisição de leite aumenta, enquanto produção de ovos cai

A pesquisa também mostra que a aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob algum tipo de inspeção sanitária (federal, estadual ou municipal) foi de 6,71 bilhões de litros. O resultado revela um aumento de 0,6% em comparação ao registrado no quarto tri de 2019 e de 4,1% em comparação terceiro trimestre de 2020.

Já a produção de ovos de galinha foi de 977 milhões de dúzias, queda de 1,5% em relação ao mesmo período do ano anterior e retração de 3,4% em comparação ao terceiro trimestre de 2020.

A Pesquisa Trimestral do Couro, que investiga os curtumes que efetuam curtimento de pelo menos 5 mil unidades inteiras de couro cru bovino por ano, mostra que os estabelecimentos declararam ter recebido 7,5 milhões de peças inteiras de couro cru no quarto trimestre de 2020, o que representa queda de 3,9% em comparação ao quarto trimestre de 2019 e diminuição de 8,5% em relação ao trimestre anterior.