Sinapi

Custos da construção civil desaceleram, mas sobem 0,25% em abril

Editoria: Estatísticas Econômicas | Cristiane Crelier

08/05/2020 09h00 | Última Atualização: 08/05/2020 09h00

Custos da construção por metro quadrado ficaram em R$ 1.172,05 em abril - Foto: Helena Pontes/Agência IBGE Notícias

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), divulgado hoje (8) pelo IBGE, subiu 0,25% em abril, mas ficou abaixo do registrado no mês de março, que foi de 0,35%, mesmo com o reajuste das categorias profissionais em alguns locais. O aumento de custos no setor vem apresentando desaceleração desde janeiro quando se comparam as taxas acumuladas com as de 2019.

De janeiro a abril, o índice acumula 1,15% de alta, contra 1,50% no mesmo período de 2019. Nos últimos 12 meses, a taxa soma 3,68%, ficando abaixo dos 3,77% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. No mês de abril de 2019, a taxa havia sido de 0,34%.

“Desde o início de 2020, temos observado variações mensais acumuladas menores em relação ao ano passado, refletindo um desaquecimento no setor na construção civil. Existia uma expectativa de retomada de obras paradas, o que não ocorreu”, avalia o gerente da pesquisa, Augusto Oliveira.

No mês de abril de 2020, o custo dos materiais teve pouca variação (0,09%), registrando queda tanto em relação ao mês anterior (0,20%), quanto em relação a abril de 2019 (0,33%). A alta no índice geral foi impactada, principalmente, pelo custo de mão de obra (0,42%), que teve peso de quase 40% no total do índice.

“No Rio de Janeiro houve, em março, uma homologação de reajuste dos profissionais, em torno de 4% no piso da categoria, que havia sido acordada no ano passado. O pagamento desses aumentos foi prorrogado até julho, de acordo com o sindicato dos trabalhadores da construção civil. Só que em julho, todas as empresas terão que pagar retroativo. Então, esse custo já incide sobre o cálculo do Sinapi deste mês, até porque muitas empresas optaram por pagar desde agora”, explica Oliveira.

Ele ressalta que o Sudeste registrou a maior variação regional em abril (0,39%). As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,00% (Norte), 0,24% (Nordeste), 0,15% (Sul) e 0,03% (Centro-Oeste).

Nacionalmente, o custo por metro quadrado da construção passou em abril para R$ 1.172,05, sendo R$ 614,38 relativos aos materiais e R$ 557,67 à mão de obra. Regionalmente, os custos foram de R$ 1.179,66 no Norte, de R$ 1.086,49 no Nordeste, de R$ 1.221,51 no Sudeste, de R$ 1.228,32 no Sul e de R$ 1.175,84 no Centro-Oeste.

Devido às medidas de isolamento social em razão da Covid-19, abril foi o primeiro mês em que esta pesquisa não teve coleta presencial, tendo sido realizada exclusivamente por meios eletrônicos e contatos por telefone.