IPCA-15

Etanol contribui para queda da prévia da inflação de maio

Editoria: Estatísticas Econômicas | Marcelo Benedicto | Arte: Helga Szpiz

23/05/2018 09h00 | Atualizado em 23/05/2018 09h00

A prévia da inflação de maio foi de 0,14%, ficando 0,07 ponto percentual abaixo da divulgação referente ao mês de abril (0,21%). Transportes (-0,35%), Artigos de residência (-0,11%) e Alimentação e bebidas (-0,05%) foram os grupos que mais influenciaram o resultado. As informações são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), divulgado hoje pelo IBGE.

No caso dos transportes, apesar da alta de 0,81% na gasolina, a queda nos preços do etanol (-5,17%) e das passagens aéreas (-14,94%) contribuíram para o resultado negativo do grupo e para a queda da prévia da inflação de maio.

#praCegoVer Gráfico da variação mensal do IPCA 15, considerando o índice geral

Em maio, mão de obra para pequenos reparos e empregado doméstico variaram -0,10% e 0,43%, respectivamente. A partir desta divulgação, o IPCA-15 adotou uma nova forma de incluir esses subitens no cálculo do índice, passando a utilizar informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua). Essas mudanças também serão adotadas no IPCA e no INPC.

Veja como o IBGE atualizou o cálculo dos serviços domésticos nos índices de inflação.