Lançamento do Censo Agropecuário no Rio marca início da fase de coleta

Editoria: IBGE

02/10/2017 14h48 | Atualizado em 24/01/2019 11h04

 O lançamento do Censo Agropecuário, na manhã desta segunda-feira, na sede do IBGE, no Rio de Janeiro, marcou o início da fase de coleta da pesquisa, que levantará dados de cerca de 5,3 milhões de estabelecimentos por todo o Brasil. A cerimônia na sede do IBGE teve a presença do ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, do presidente da instituição, Roberto Olinto, e da diretoria.

O presidente do IBGE, Roberto Olinto, exaltou o trabalho que permitiu que o Censo Agropecuário saísse do papel ainda em 2017, além da importância de coletar novos dados sobre um setor tão importante para a economia brasileira.

#PraCegoVer Na foto: Gerente Técnico do Censo Agropecuário, Antonio Florido
 O gerente técnico do Censo Agro, Antonio Florido, destacou a importância de conhecer o setor rural

“É um imenso prazer dar início ao Censo Agropecuário. Agradeço o apoio do ministro Dyogo Oliveira. É um momento crucial para a pesquisa, momento em que ela finalmente deslancha no campo. É o nosso maior desafio, com 18 mil pessoas batendo em portas pelo Brasil. É algo muito importante, rompendo 10 anos de falta de informação detalhada sobre o setor rural. É fruto de muito esforço”, ressaltou Olinto.

Já o ministro Dyogo Oliveira destacou a importância da pesquisa para o país, sobretudo para o agronegócio, um dos pilares da economia nacional.

“Somos um país agropecuário, nossa economia está muito ligada ao agronegócio. As pessoas não percebem o quanto o que acontece no agronegócio afeta o nosso dia a dia. É até surpreendente essa demora, porque é um setor muito importante da nossa economia. E tem inovação, tecnologia, não é mais aquele setor rural caricato que as pessoas imaginavam no passado. Temos um dos agronegócios mais competitivos do planeta”, disse o ministro.

O ritmo de trabalho no IBGE para o Censo Agropecuário já é intenso há meses, mas o lançamento marca o início da fase externa da pesquisa, com a coleta de dados sendo feita pelos mais de 18 mil recenseadores contratados para a operação.        

#PraCegoVer lançamento oficial do Censo Agro. Na foto: jornalistas e público interno do IBGE assistem ao lançamento oficial do Censo Agro
 Jornalistas e público interno acompanham o lançamento oficial do Censo Agro 2017 na sede do IBGE no RJ

O gerente técnico do Censo Agro, Antonio Florido, anunciou que os primeiros dados da coleta já começaram a chegar ao IBGE, e lembrou que muito trabalho já aconteceu antes mesmo do início desta fase: “São três anos de trabalho. Não começamos ontem”, disse o pesquisador, que deu os principais detalhes da operação aos jornalistas.

Os recenseadores já estão em campo reunindo dados para a pesquisa. Como serão 5 meses de Censo Agropecuário, nem todas as áreas serão visitadas logo na primeira semana de coleta. A expectativa é que isso ocorra progressivamente conforme os agentes avancem nos seus setores censitários.

Calendário do Censo Agro
Coleta de dados
: de outubro de 2017 a fevereiro de 2018
Apuração e análise dos dados: a partir de março de 2018
Divulgação dos resultados: a partir de maio de 2018

Texto: Rodrigo Paradella
Fotografia: Pedro Vidal