Indústria da Bahia retoma crescimento em julho 06/09/2017

Editoria: Estatísticas Econômicas Produto: Pesquisa Industrial Mensal Produção Física - Regional

Após uma queda de 10,1%, a produção industrial baiana cresceu 7,2% em julho frente ao mês anterior, de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal Regional (PIM-PF Regional), divulgada hoje pelo IBGE. Foi a maior taxa positiva dos 14 locais pesquisados. Na comparação com julho de 2016, a indústria do estado apresentou alta de 7,7%. O resultado positivo foi impulsionado, em grande medida, pelos setores de petróleo e biocombustíveis, de veículos automotores e de celulose e papel.

No acumulado dos últimos 12 meses, a Bahia também apresentou ganho de ritmo entre junho e julho, de -8,6% para -6,4%, respectivamente. De acordo com o analista do IBGE, Rodrigo Lobo, o crescimento está atrelado a uma baixa base de comparação: “Os setores que pressionaram negativamente a indústria baiana em 2016 e no primeiro semestre de 2017 foram os principais responsáveis pelas taxas positivas de julho”, ressalta.

Além da Bahia (7,2%), os destaques positivos foram a Região Nordeste (3,2%), Pará (2,3%), Paraná (2,3%), São Paulo (1,7%), Santa Catarina (0,7%) e Goiás (0,4%). As quedas foram no Espírito Santo (-8,3%), Rio de Janeiro (-5,9%), Amazonas (-3,1%), Rio Grande do Sul (-1,5%), Minas Gerais (-1,0%), Ceará (-0,7%) e Pernambuco (-0,2%).

Texto: Pedro Renaux
Imagem: Pixabay
Gráfico: Valberto Cabral