Empresas e outras organizações perdem 1,7 milhão de ocupados entre 2014 e 2015 05/07/2017

Editoria: Estatísticas Econômicas Produto: Estatísticas do Cadastro Central de Empresas

Em 2015, as 5,1 milhões de empresas e outras organizações ativas no país possuíam 5,6 milhões de unidades locais, que ocupavam 53,5 milhões de pessoas, das quais 46,6 milhões assalariadas, que receberam um total de R$ 1,6 trilhão em salários e outras remunerações.

O pessoal ocupado total nas empresas e outras organizações  do Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) do IBGE caiu 3,1% (menos 1,7 milhão de pessoas)entre 2014 e 2015, primeira queda dessa varíavel na série iniciada em 2007. Esse resultado foi puxado pelo recuo de 3,6% no pessoal ocupado assalariado (-1,7 milhão), que também caiu pela primeira vez.

O número de sócios e proprietários, que já havia caído em 2014, manteve-se praticamente estável, com recuo de 0,1% (-7,7 mil pessoas). Já o total de salários e outras remunerações diminuiu 4,8%, e o salário médio mensal caiu 3,2%, em termos reais. A única variável analisada que não apresentou queda foi o número de empresas e outras organizações, que manteve-se praticamente estável em 5,1 milhões, registrando variação de 0,2% ou 11,6 mil empresas a mais que em 2014, quando registrou a primeira queda na série (-5,4%).

Apesar da redução de 1,7 milhão de vínculos empregatícios assalariados entre 2014 e 2015, , 3,6 milhões de novos vínculos foram gerados nas empresas e outras organizações formais, de 2010 a 2015. Quatro seções de atividade foram responsáveis por 71,7% desse total: 29,4% em comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas, 15,0% em saúde humana e serviços sociais, 14,1% em atividades administrativas e serviços complementares e 13,1% em educação.

Em termos regionais, a região Sudeste concentrava 51,1% (2,9 milhões) das unidades locais, 50,2% do pessoal ocupado (26,9 milhões), 49,8% do pessoal assalariado (23,2 milhões) e 54,4% (R$ 840,3 bilhões) dos salários e outras remunerações. Esta é a primeira vez na série que a região Sudeste fica com participação abaixo de 50% no pessoal ocupado assalariado.

Estas e outras informações estão no Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) do IBGE, que reúne informações cadastrais e econômicas de empresas e outras organizações (administração pública e entidades sem fins lucrativos) formalmente constituídas no país e suas respectivas unidades locais (endereços de atuação das empresas e outras organizações). A publicação completa do CEMPRE está disponível aqui. Veja o release completo aqui.

 

Número de empresas e outras organizações, pessoal ocupado total,
 salários e outras remunerações e salário médio mensal - Brasil - 2014-2015
Variáveis 2014 2015 Variação
relativa (%)
Número de empresas e outras organizações 5.103.357 5.114.983 0,2
Pessoal ocupado total 55.263.992 53.541.695 -3,1
     Pessoal ocupado assalariado 48.271.711 46.557.150 -3,6
     Sócios e proprietários 6.992.281 6.984.545 -0,1
Salários e outras remunerações (R$ 1000) 1.637.322.460 1.559.193.355 -4,8
Salário médio mensal (R$) 2.561,37 2.480,36 -3,2
Salário médio mensal (salários mínimos) 3,2 3,1 -
       
Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Metodologia das Estatísticas de Empresas, Cadastros e Classificações,
Cadastro Central de Empresas 2014-2015.      
Nota: Utilizou-se o Índice Nacional de Preços ao Consumidor - INPC, calculado pelo IBGE, como deflator dos salários de 
2014, tendo como referência o ano de 2015.